Opinião

Paulo Afonso - 21/04/2010

A Problemática dos menores

Bob Charles

O Juiz da Vara da Infância Juventude de Paulo Afonso Marley Cunha Medeiros acaba de tomar uma atitude que quando nada ocasionará muita polêmica. É que preocupado com o índice de violência no Município, o magistrado baixou uma portaria nesta terça-feira, dia 20 de abril proibindo a entrada e a permanência de criança ou adolescente, menores de 16 (dezesseis) anos, desacompanhado dos pais, de participar, de bailes, promoções dançantes, festas pagas, boates ou congêneres.  Longe de insinuar que a medida seja um toque de recolher. O fato é que as políticas públicas favoráveis a criança e ao adolescente em Paulo Afonso ainda são insuficientes e que o problema da bebida free, da violência e o mais grave o "boom" na comercialização e uso do crack envolvendo menores chegou a "um patamar intolerável". E assim, a medida é justa e chega na hora certa. O novo conselho tutelar que só tomará posse no dia 30, já terá pela frente o seu primeiro desafio,  já que será o responsável pela fiscalização da medida.  Não tenho a menor dúvida que a determinação irá ajudar a diminuir a preocupação dos pais em relação aos seus filhos principalmente nos finais de semana. Por favor, não me achem retrógrado ou conservador, mas considero a decisão do magistrado bastante acertada. O que realmente faz um adolescente sozinho numa festa depois de 11 da noite? Já falei sobre isso aqui e considero que os valores estão invertidos. Os jovens confundem a liberdade dos dias atuais com libertinagem. Parabéns ao magistrado ao colocar em prática essa iniciativa que serve de modelo para outras cidades.




Busca



Enquete

Quem venceria a eleição para prefeito em Jeremoabo?







Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados