Política

Paulo Afonso - Bahia - 13/03/2018

Vereador Bero apresenta-se à polícia e recebe a solidariedade dos colegas, familiares e políticos

Por IVONE LIMA. PA4.COM.BR |
. Foto: Carlos Alexandre (PA4.COM.BR)
Vereador Bero chegou à delegacia abatido, calado e se emocionou ao receber apoio dos colegas
Vereador Bero chegou à delegacia abatido, calado e se emocionou ao receber apoio dos colegas

Durante toda esta segunda-feira 12, os vereadores de Paulo Afonso estiveram empenhados em garantir que o colega Bero do Jardim Aeroporto (PP) pudesse se apresentar à polícia e depois seguir para a sede do Corpo de Bombeiros ou do Exército e caso não pudesse ficar em nenhum dos dois, na própria Polícia Federal.

 Bero tinha em seu desfavor um mandado de prisão temporária, segundo a Polícia Civil, por ele ter supostamente participado de um tiroteio envolvendo familiares seus, no bairro Jardim Aeroporto na última semana. Além do vereador, foram expedidos mais quatro mandados pelo mesmo motivo a outros parentes dele.

 Porém, Bero no exercício do mandato, só poderia ser preso e depois encaminhado ao presídio, se houvesse o flagrante. Os vereadores, vale dizer, não escondiam a insatisfação com o fato de ele ter sido apresentado como uma pessoa perigosa, ‘procurado’ ou ‘foragido’.

 A sessão ordinária da Câmara

 Durante a sessão ordinária da Câmara Municipal não houve o Grande Expediente porque ninguém quis falar. Os vereadores partiram imediatamente para a Ordem do Dia, em que Jean Roubert apresentou um projeto de lei que atualiza tanto o Regimento Interno quanto a Lei Orgânica do Município em relação à prisões de parlamentares no exercício do mandato. O texto será discutido nas próximas sessões.

À tarde

 Por volta das 15 horas, os vereadores, assessores e advogados voltaram à Câmara e houve certa apreensão, pois ainda não tinham em mãos a autorização do juiz da 1º Vara Crime, Euclides dos Santos Ribeiro garantindo ao vereador o direito de ficar na sede do Corpo de Bombeiros.

O impasse durou até às 17h30, quando finalmente os advogados foram avisados. Bero então já se encaminhava para Delegacia Territorial de Paulo Afonso, acompanhado por viaturas da Polícia Rodoviária Federal, contudo, o vereador veio no carro do presidente do Diretório Municipal do Partido Progressista, Dernival Oliveira ‘Val’.

 A chegada de Bero teve aplausos e choro

 Abatido, calado e emocionado, guiado por Val e pelo advogado que o acompanhou, Bero abraçou os colegas de uma vez só. O presidente da Câmara Municipal, Marcondes Francisco dos Santos, com oito mandatos consecutivos, não se conteve e foi às lágrimas. Cumpre dizer que outros choraram.

Antes de o vereador chegar, Marcondes pediu que os repórteres registrassem tudo e que divulgassem em todas as mídias a seguinte entrevista:

 “Estamos aguardando a chegada do vereador Bero até aqui a Delegacia para se apresentar e depois disso será encaminhado ao Corpo de Bombeiros, onde ficará até amanhã onde será ouvido pela delegada (Antônia Jane) e diante de tudo isso nós queremos dizer que o Poder Legislativo de Paulo Afonso está solidário e unido, mesmo diante dessas circunstâncias, à parte de siglas partidárias ou ideologias políticas. Nós achamos que até que se prove o contrário ele é um homem ilibado, inocente e digno e vereador. Que a justiça seja feita e que ele tenha o direito de se defender. Estamos aqui os quatorze vereadores para dizer a Bero que estamos com ele nesse momento tão difícil que ele está atravessando.”

 Por orientação dos seus advogados, o vereador Bero resolveu não falar com a imprensa e nem a sua defesa se manifestou acerca da acusação contra o parlamentar.


Últimas

21 até 40 de 4555 « Primeiro   « Anterior     Próximo »   Último »
Busca



Enquete

Quem vai ser o campeão da Copa do Mundo 2018?











Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados