Polícia

Salvador - 03/04/2010

Homens são queimados vivos na frente de crianças em Salvador

Informações do A Tarde
Divulgação
Barbaridade: crianças presenciam queimação de corpos.
Barbaridade: crianças presenciam queimação de corpos.

Duas crianças presenciaram um crime bárbaro na madrugada da Sexta-feira Santa (2).

O pai delas e um amigo foram queimados vivos por bandidos que invadiram a casa onde estavam, no Arraial do Retiro, bairro de São Gonçalo do Retiro. Os criminosos procuravam por drogas e armas, mas, como não encontraram, acabaram matando carbonizados Uilton Bastos Cruz, 28 anos, e Romenilson dos Santos Cruz, 25. A localidade do Arraial do Retiro, também chamada "Casinhas do Retiro", ficou conhecida por causa dos pontos de venda de drogas controlados pelo ex-traficante Raimundo Alves de Souza, o Ravengar, considerado um dos maiores varejistas de drogas do Estado, até ser preso no ano de 2004. O crime aconteceu por volta das 2 horas desta sexta, quando dois homens armados invadiram a casa da namorada de Uilton, Celma Campos dos Santos, situada no Caminho 93 do Arraial do Retiro. O casal foi rendido, junto com Romenilson, a esposa dele e os dois filhos pequenos. Os criminosos perguntavam onde estavam as drogas e as armas. A casa foi revirada pelos bandidos, mas, como eles nada encontraram, resolveram espancar Uilton e Romenilson para eles revelarem onde estavam as coisas que eles procuravam. Enquanto isso, as mulheres e as crianças eram mantidas reféns. Por fim, os criminosos resolveram assassinar Uilton e Romenilson. Eles atiraram nos dois e atearam fogo nos corpos na presença das crianças. Os bandidos fugiram enquanto as vítimas agonizavam em chamas. O fogo chegou a atingir os cômodos da casa, mas as mulheres e as crianças escaparam ilesas. Vizinhos apagaram o fogo na casa, mas Uilton e Romenilson já estavam mortos.


Últimas

1 até 20 de 701   Próximo »   Último »
Busca



Enquete

Quem venceria a eleição para prefeito em Jeremoabo?







Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados