Política

Paulo Afonso - 26/03/2010

Presidente descarta pressão e reconhece sessão dos seis

Agência de Notícias de Paulo Afonso (ANPA)
Arquivo/CMPA

Depois de ter declarado que iria adotar uma postura diferenciada em relação ao anuncio de que os vereadores de oposição não participariam da sessão quinta-feira, 25, o presidente da Câmara de Paulo Afonso Antonio Alexandre dos Santos (DEM), recuou da decisão e suspendeu a sessão de hoje. Com o desfecho, a sessão presidida pelo vice presidente Osildo Alves (PTN) na ultima terça-feira, 23, no hall da Câmara, já que o plenário Dr. Manoel Josefino Teixeira estava com as portas trancadas, torna-se legítima. Participaram da sessão os vereadores Celso Brito (PSB), Aroldo do hospital (PTB), Gilson Fernandes (PSB), Daniel Luis (PSDB), Osildo Alves (PTN) e Regivaldo Coriolano (PC do B).  Depois do anuncio,  na quinta-feira, 24, pela manhã mais brando e demonstrando serenidade, o presidente Antonio Alexandre declarou que "sua decisão não era irreversível". Questionado sobre um suposto mal-estar e pressão que teria sofrido de vereadores da bancada de governo, o presidente da Câmara garantiu estar tranqüilo com a situação. "Quero administrar sem intransigência".


Últimas

1 até 20 de 5938   Próximo »   Último »
Busca



Enquete

Você pretende viajar nas festas de final de ano?






Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados