Geral

Paulo Afonso - 09/03/2010

Paulo Afonso promove o II Seminário Internacional do Centenário de Maria Bonita

ASCOM/PMPA
Antonio Francisco

Começou na noite de segunda-feira, 08, o II Seminário Internacional do Centenário de Maria Bonita. O segundo seminário faz parte de uma trilogia de seminários que teve sua primeira edição no ano passado e tem seu grande final no ano de 2011, quando será comemorado o Centenário de Maria Bonita. Alunos, historiadores, pesquisadores da área, vindos de todas as partes do Brasil, lotaram o auditório da UNEB. Na abertura do seminário, os artistas Ceará e Poetinha entoaram repentes que levaram os presentes a vibrarem com músicas que contavam a história de Maria Bonita. Segundo o diretor do Departamento Municipal de Turismo, Antônio Galdino, o tema do cangaço merece destaque. "O tema cangaço ganha cada vez mais espaço no mundo. Hoje é tema de monografias e estudos no mundo inteiro; por isso, tivemos a ousadia desde o 1º seminário de chamá-lo Seminário Internacional do Centenário de Maria Bonita", destacou o diretor. Após a composição da mesa, que contou com as presenças do diretor da UNEB, Juracy Marques; do secretário de Turismo, Jânio Soares; do presidente da Associação Brasileira do Estudo do Cangaço (SBEC), Ângelo Osmiro; do representante do Cariri Cangaço, Manoel Severo; do escritor Marcos Edilson; do pesquisador e representante da Chesf, Goldim Ribeiro e da representante do SEBRAE, Nadja Monteiro. Houve lançamentos dos livros, Lampiões Acesos: o Cangaço na Memória Coletiva, de Marcos Edilson de Araújo e MARIA BONITA - diferentes contextos que envolvem a vida da Rainha do Cangaço, que é uma coletânea de vários autores. O diretor da UNEB, Juracy Marques, parabenizou a parceria entre Prefeitura de Paulo Afonso e UNEB nesta iniciativa. "Esse projeto foi idealizado por parceiros importantes como a Prefeitura de Paulo Afonso e a SBEC para discutir e aprender mais sobre um assunto tão polêmico e cheio de mitos e histórias. A faculdade está fazendo o papel dela, discutindo este assunto polêmico da história dessa mulher que amou Lampião", declarou o diretor. Para o secretário de Turismo, Jânio Soares, este seminário serve de estímulo. "Que o assunto do Centenário de Maria Bonita possa estimular ainda mais pessoas interessadas na história de Maria Bonita e da nossa cultura", destacou o secretário. No final da abertura, houve a encenação de uma batalha entre cangaceiros e volante, apresentada pela Associação do Cangaço de Paulo Afonso.


Últimas

1 até 20 de 2129   Próximo »   Último »
Busca



Enquete

Você pretende viajar nas festas de final de ano?






Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados