Política

Paulo Afonso - BA - 04/02/2010

Câmara de Paulo Afonso sente os efeitos da redução do duodécimo

Bob Charles
Divulgação
Vereador Antônio Alexandre
Vereador Antônio Alexandre

Enquanto não sai a publicação que regulamenta o novo percentual de repasse do duodécimo de algumas prefeituras às câmaras municipais, a ser feita pelo Tribunal de Contas dos Municípios, muitos vereadores podem respirar aliviados. Mas não dá pra ter ilusão. Os valores caíram e, com eles, algumas cabeças de funcionários contratos e assessores também.

No caso de Paulo Afonso, por exemplo, a queda de 7% para 6% da receita do município, provocou efeitos negativos e a solução foi cortar gorduras. Assessores devem ser demitidos e despesas com pessoal de apoio serão revistas. A Câmara deve perder cerca de R$ 109 mil por mês, mas só a partir de março, quando o TCM já terá regulamentado as novas regras. Até lá, nada muda. A intenção do TCM é dar tempo para que todas as prefeituras informem seus balancetes dos meses finais de 2009.


Últimas

1 até 20 de 5774   Próximo »   Último »
Busca



Enquete

Como você avalia a qualidade do transporte público em Paulo Afonso?






Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados