Política

Paulo Afonso - Bahia - 06/12/2021

Para economizar combustível, PM reduz duração de rondas de patrulhamento em PA

Luiz Brito DRT/BA 3,913
Foto: Divulgação

O período festivo que atrai maior movimentação de pessoas, ao centro da cidade ainda é questionado pela população que cobra a presença das rondas periódicas. Até mesmo à ausência das duplas de policiais estão desaparecendo

De vez em quando, e possível ver policiais no calçadão da Getúlio Vargas, mas quando começa a dar umas seis, sete horas da noite eles vão se recolhendo, conta um comerciante.

Quem por acaso foi na câmara de vereadores para a audiência sobre a violência na cidade ouviu do comandante do 20° batalhão que a sociedade apresentasse ideias para combater o crime na cidade. Agora como apresentar sugestões se as viaturas da PM ficam a maior parte do tempo no interior do quartel devido à escassez de combustível.

Diante da falta de recursos, comerciantes e mecânicos acabam se incumbindo de bancar essas despesas. O comentário de um grupo nas redes sociais, diz que as pessoas reclamam que a PM não faz ronda, mas não procuram saber porque.

Nas estrelinhas a pessoa deixou claro que é praticamente impossível com apenas R$ 30 reais de combustível por viatura, a PM atender satisfatoriamente a população. Ou seja, se rodar fica a pé porque vai faltar gasolina. “Não existe hoje a condição de rodar em vinte e quatro horas, rodar doze horas ininterruptamente, porque não tem combustível”.


Últimas

1 até 20 de 7752   Próximo »   Último »
Busca



Enquete

Qual das seguintes opções você acha que a Administração Municipal deve ter como prioridade no município?








Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados