Política

Paulo Afonso - Bahia - 05/12/2021

Pré-candidatos começam a se movimentar e disputa do ano que vem pode ter recorde de candidatos

Luiz Brito
Foto: Divulgação

Ainda faltando cerca de 10 meses para a disputa, as articulações dos candidatos   que sonham em disputar uma vaga na Câmara dos Deputados  já são intensas, com direito a mudanças de legenda e a possível presença de estreantes

As peças no tabuleiro da política de Paulo Afonso já começaram a se movimentar para as eleições de 2022. O número de candidatos para o ano que vem ainda é uma incógnita, mesmo porque ainda há tempo para filiação e registro de candidatos pelos partidos – ou para mudanças de legenda.

As articulações são intensas nos bastidores e um nome já foi oficializado como pré-candidato. Sem polêmicas ou maiores disputas internas, o PT indicou Paulo Rangel que é candidato natural à reeleição no próximo ano.  Este ano ainda não se falou na possiblidade de o ex delegado de polícia  de Paulo Afonso,   o articuladíssimo Antônio Martins, disputar vaga na assembleia Legislativa; Nas conversas de bastidores ainda aparecem os nomes do presidente do PODEMOS, Flávio Henrique,  do secretário Luiz Humberto e do vereador Marconi Daniel

Mais discreto, o advogado Luiz Neto (SD) diz que ainda é cedo, mas confirma que o SOLIDARIEDADE vai participar do processo eleitoral de 2022. “Não é hora de falar em candidatura nesse momento. Estamos estruturando o partido mas,   não tem como ficarmos sem candidatos de Paulo Afonso  para estadual. Meu nome está à disposição. Vamos participar, sim, do processo, mas vamos analisar todas as possibilidades”, disse Luiz Neto. É natural, numa cidade com mais de 80 mil eleitores, e principalmente pelo vazio de nomes em Paulo Afonso e na região.

O ex-vereador Mário galinho que disputou a prefeitura de Paulo Afonso sem sucesso diz estar  estudando o cenário político. “Estou analisando a possibilidade de ser candidato a estadual”, confirma.

O ex-prefeito Anilton Bastos (PODEMOS), desapareceu do cenário político após perder a eleição para prefeito em 2020. Apesar do seu sumiço e do desgastante comentário de que ainda retorna a prefeitura no governo Luiz de Deus, seu nome é dado como certo na disputa de 2022. As eleições nacionais de 2022 devem ser realizadas em outubro. O último dia para filiação partidária e registro de partidos é 7 de abril.

 


Últimas

1 até 20 de 7752   Próximo »   Último »
Busca



Enquete

Qual das seguintes opções você acha que a Administração Municipal deve ter como prioridade no município?








Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados