Política

Paulo Afonso - Bahia - 22/02/2021

Vereador diz que Prefeitura não suporta o peso do HNAS

Por: Luiz Brito DRT/BA 3.913
Foto: Divulgação
Vereador Marconi Daniel Melo Alencar (PODEMOS)
Vereador Marconi Daniel Melo Alencar (PODEMOS)

A Câmara Municipal de Paulo Afonso, realizou nesta segunda, 22, na Sala das Sessões Dr. Manoel Josefino Teixeira, a sessão solene de abertura dos trabalhos legislativos (2021-2024). A plenária foi realizada virtualmente, por conta da pandemia do coronavírus, presencialmente restrito aos titulares dos cargos da Mesa Diretora, e os funcionários essenciais para a realização da solenidade. Como tem sido de praxe durante a pandemia, a Sessão manteve os devidos cuidados sanitários e os protocolos de distanciamento social foram seguidos.

Em sua mensagem o prefeito Luiz de Deus (PSD) destacou que a relação entre o Executivo e Legislativo deve levar em conta o progresso e o bem-estar coletivo. “Quero contar sim com vocês, como contamos no primeiro mandato. Vamos continuar trabalhando nesse mesmo ritmo!. afirmou o chefe do Executivo.

Durante seu pronunciamento o  vereador Marconi Daniel (PODEMOS), ressaltou que o município não tem a mínima condição de administrar o HNAS. A Prefeitura não  suporta o peso, Isso porque as ações e os recursos públicos aplicados na saúde devem vir de todas as esferas de governo: pelos municípios, estados e governo federal. Os entes federativos dividem e compartilham as responsabilidades da assistência à saúde, além de terem a obrigação, juntos, de financiar a área, apesar das diferentes capacidades de cada um, ressaltou Marconi Daniel.

Ainda durante seu pronunciamento o parlamentar aproveitou a oportunidade para cobrar a falta de itens de higienização que tem provocado desabastecimento naquela unidade de saúde(HNAS).

Sobre a declaração do parlamentar, o prefeito Luiz de Deus reagiu pedindo que Marconi Daniel mostrasse sua assinatura nesse documento de repasse do HNAS para a prefeitura, afirmando que em nenhum momento foi a favor disso. De posse de uma Ata timbrada do Ministério Publico Federal, Marconi Daniel fez questão de destacar a  alínea “D” que preconiza: “O município reafirma, conforme ajustamentos em reuniões já estabelecidas com os demais entes, o interesse em promover a gestão hospitalar, condicionada a prestação de auxílio financeiro e técnico”.

O prefeito Luiz de Deus (PSD) fez uma "declaração infeliz" ao tentar justificar o injustificável, disse o radialista Júnior Padão ao comentar o pronunciamento do prefeito Luiz de Deus na sessão de reabertura dos trabalhos Legislativos, na rádio Angiquinho FM.

 

 

 


Últimas

1 até 20 de 7080   Próximo »   Último »
Busca



Enquete

Qual o principal sentimento que você tem em relação à pandemia da Covid-19?








Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados