Opinião

Paulo Afonso - Bahia - 28/10/2020

A mudança que nós queremos

Por Arlindo Ferreira de Souza
Foto: Divulgação

A campanha eleitoral de 2020 começa a se afunilar, mas ainda restam algumas etapas para que os candidatos convençam os eleitores e conquistem seus votos. Em ano eleitoral tornou-se lugar-comum dizer que precisamos eleger candidatos éticos e, principalmente, comprometidos com a classe trabalhadora e com aqueles que mais precisam.           

Mas não são raras as vezes que nos deixamos levar pelo processo eleitoral burguês que é cada vez mais marcado pelo poder econômico e elegemos as mesmas figurinhas carimbadas, políticos comprometidos com o sistema opressor, submissos aos interesses mercantilistas.

Por isso venho observando atentamente os novos candidatos, e devo dizer que as propostas de Beto da Liga vêm estimulando reflexões na sociedade pauloafonsina, uma vez que visam à redução do grau de politização da administração pública e da apropriação patrimonialistas dos postos de trabalho.

O princípio legislativo impõe que se entenda a Câmara de Vereadores como instituição que tem por fim realizar as aspirações do povo, que elege representantes com esse desiderato e que esses representantes atuem guiados pelo interesse público. Vejo em Beto da Liga um candidato com fins públicos verdadeiros e legitimados pelo interesse comum do povo.

Entendo que Beto, caso seja eleito, será guiado por uma razão pública, e não por interesses privados, haja vista que traz, como uma das suas bandeiras, a defesa do esporte municipal, e já manifestou desejo de criar projeto de lei que fomente a prática de esportes. É desejo de Beto, também, criar o projeto Atleta Cidadão a fim de beneficiar crianças a partir dos sete anos de idade até sua fase adulta.

Se quisermos pensar no exercício da política representativa de maneira concreta e objetiva, não podemos votar sem reflexão prévia; quando se pensa em um candidato ideal para a Câmara Legislativa, o principal atributo é ser honesto. Todavia o preparo e, principalmente, o modo ou requisitos que legitimam alguém a poder legislar é sempre um ponto importante, já que o que realmente as pessoas desejam é um bom desempenho nas funçõesdesignadas para o cargo e tudo isso Beto tem aos montes.

A vida pregressa de Beto é um salvo-conduto para legislar livre das desconfianças e das amarras do poder corporativo, pois como um verdadeiro embaixador do esporte pauloafonsino, sempre foi um representante domunicípio. Mostrou-se sempre alguém aberto a receber demandas oriundas da sociedade, sejam individuais ou coletivas.

A principal característica que faz de um cidadão um bom político, é sua capacidade de colocar o interesse público acima dos seus próprios interesses, é ser fiel às suas origens e ao seu povo, pois a fidelidade é uma virtude porque é uma constante, ela regula nossa vida ao longo do tempo.

Beto nunca esqueceu suas origens e sempre serviu ao seu povo, esta fidelidade lhe é inerente e o obriga, enquanto ser político, a respeitar os compromissos assumidos com os cidadãos que eventualmente o elejam. Num universo político, onde a desconfiança, a traição e as trapaças fazem parte do cotidiano, Beto é um nome que se apresenta estável para os eleitores, por isso ele é a mudança que nós queremos.


Busca



Enquete

Qual o principal sentimento que você tem em relação à pandemia da Covid-19?








Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados