Opinião

Paulo Afonso - Bahia - 26/06/2020

Devagar com o andor, porque o santo é de barro

Luiz Brito
Foto: Divulgação

Até o encerramento das convenções municipais partidárias, cujo prazo de realização foi transferido para o período entre 31 de agosto e 16 de setembro, tudo o que se disser sobre coligações para disputar a prefeitura de Paulo Afonso pode ser colocado na cesta do mutável. Até lá, muitas alianças inesperadas poderão ser formadas, algumas tidas como certas poderão ser desfeitas, as novas pesquisas eleitorais podem jogar candidatos apontados como seguros para baixo, portanto, até a procissão política começar, cautela para não derrubar o andor, porque o santo é de barro. Não existe favorito numa corrida que ainda nem começou. Ao longo de mais de quatro décadas de colunismo político assisti candidatos apontados como favoritos desabarem nas urnas, e muitas zebras serem eleitas. Assim sendo, é recomendável que não preparem antecipadamente a maionese do churrasco, porque esta pode azedar e a carne queimar.


Busca



Enquete

Você acha que a Prefeitura deve liberar o comércio, manter como está ou fechar de vez?




Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados