Política

Paulo Afonso - Bahia - 17/06/2020

Longe das urnas

Luiz Brito
Foto: Divulgação

O Brasil não tem condições sanitárias para realizar a próxima eleição para prefeitos e vereadores. A avaliação é do presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Glademir Aroldi (foto). Na avaliação de Glademir, o país atravessa a primeira onda de infecção pelo novo coronavírus e, segundo estudos que respaldam o “Panorama sobre as eleições em tempos de Covid-19”, há o risco real de uma segunda e, até mesmo, uma terceira onda de infecção em todo o país.

“Não chegamos ainda nem ao pico da primeira fase da pandemia do novo coronavírus. Isso obriga a Justiça Eleitoral e os parlamentares a se debruçarem de forma imediata sobre o assunto”, diz o dirigente da CNM, que emitiu na última sexta feira uma Carta Aberta ao Congresso Nacional, como forma de alertar os deputados e senadores sobre o assunto.

Glademir Aroldi diz na carta que o Brasil não tem condição de suportar o fluxo de mais de 146 milhões de eleitores, que estão aptos a votar na próxima eleição, circulando ao mesmo tempo pelas ruas do país. “Quem será o responsável pela segurança de um processo eleitoral no segundo semestre de 2020?” 


Últimas

1 até 20 de 6393   Próximo »   Último »
Busca



Enquete

Dos pré candidatos abaixo relacionados quem vc acha que tem chance de se eleger?











Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados