Opinião

Paulo Afonso - Bahia - 21/04/2020

Empatia, esperança e fé é o que podemos aprender com a crise do coronavírus.

Dr. Neto advogado e pré-candidato, a prefeito de Paulo Afonso.
Foto: G1
Empatia: ter a humildade de olhar o mundo pelos olhos do outro e ajudar
Empatia: ter a humildade de olhar o mundo pelos olhos do outro e ajudar

Como os leprosos nos tempos bíblicos, pestes e doenças sempre causam medo à humanidade. Os brasileiros infectados com o Covid-19, na cabeça de alguns, são os novos leprosos dos tempos bíblicos.

Aliás, a igreja católica e todas as igrejas cristãs já pediram desculpas, historicamente, pelo processo de exclusão criminoso que sofreram as pessoas vítimas da lepra. A intolerância é a maior praga do nosso tempo. 

Na segunda-feira (13), ao responder à pergunta de uma moradora de Ribeira do Pombal que queria saber para onde seriam levados os infectados de sua cidade, o Governador Rui Costa indicou Paulo Afonso, informando que aqui estão sendo preparados 30 leitos de UTI exclusivamente para o tratamento da doença. A repercussão entre os pauloafonsinos foi imediata, a notícia dividiu opiniões e o assunto vem movimentando as redes sociais.

Lamentavelmente, o surto do Coronavírus também veio acompanhado de atos de xenofobia e opiniões preconceituosas. Nas redes sociais sempre nelas, a balbúrdia tem sido enorme. Gente aparentemente esclarecida questiona o porquê de receber estes pacientes aqui. Dúvida banal, quando a resposta é muito simples: porque são seres humanos.

Não devemos esquecer que Paulo Afonso, é formada por uma mescla de pessoas que vieram de vários estados do País. Como também durante anos e até hoje, enviamos enfermos para serem tratados em cidades com estrutura de atendimento melhor que a nossa.

Negar ajuda ou tentar politizar em um momento como esse só aumenta o risco de mais mortes. Na dicotomia economia-saúde, o Governo do Estado e do Município, não tiveram dúvida alguma em optar pela vida dos baianos e dos pauloafonsinos.

Afinal esse é, também, o princípio do cristianismo: fazermos para as outras pessoas, o que gostaríamos que nos fizessem, assim como advertiu Jesus:  “Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Não existe nenhum outro mandamento maior do que estes” Marcos, 12:31.

Na condição de cidadão sigo em total apoio ao Governo do Estado e do Município buscando somar forças a todas as decisões de enfrentamento ao covid-19. Como a FORMA MAIS viável para conter essa crise de saúde pública e principalmente preservar a vida das pessoas.

Chamo atenção para que sejam adotados com rigor os protocolos internacionais de Biossegurança para transferência de infectados, garantindo assim a integridade física dos profissionais da saúde e os munícipes acolhedores.

Por oportuno, quero registrar o meu respeito e agradecimento, como também sugerir uma moção de Congratulações ao governador Rui Costa, ao secretário Municipal de Saúde de Paulo Afonso, Ghiarone Garibaldi, e a todos os profissionais de saúde, pela eficaz e exemplar atuação no combate ao Covid-19.

Estamos juntos nessa luta que é de todos nós. Tenho a certeza de que logo retomaremos a normalidade, e juntos vamos vencer também os novos desafios que ainda estão por vir.



Busca



Enquete

Você acha que a Prefeitura deve liberar o comércio, manter como está ou fechar de vez?




Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados