Economia

Paulo Afonso - Bahia - 09/01/2020

Eletrobras conta os dias para total retirada da Chesf da gestão do HNAS: “gastou R$ 56 milhões em 2019”

Por REDAÇÃO - PA4.COM.BR
Foto: Divulgação

A Eletrobras confirmou oficialmente nesta quarta-feira (8) por meio de ‘Comunicado ao Mercado”  que teve início o processo de transferência da gestão e operacional do Hospital Nair Alves de Souza (‘HNAS”) para a União, Estado da Bahia e Município de Paulo Afonso (Poder Público), o qual estava sob a responsabilidade da Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf) desde a construção da Usina de Paulo Afonso.

 Desde o dia 1º de janeiro, a Prefeitura de Paulo Afonso assumiu 25% das atividades do Hospital Nair Alves de Souza (HNAS). O processo de transição faz parte de um acordo realizado por vários órgãos, que inclui entes da esfera municipal, estadual e federal. À gestão municipal caberá inicialmente a responsabilidade da maternidade e leitos neonatais, bem como a ortopedia.

 “A partir de 1º de janeiro de 2021 ocorrerá a assunção de 100% da gestão e operação do HNAS pelo Poder Público, com total retirada da Chesf.”, relatou a estatal. Ainda na nota, a Eletrobras também informou que durante o ano de 2019, a Chesf gastou aproximadamente R$ 56 milhões com o Hospital Nair.

 

 

Prefeitura retoma cirurgias ortopédicas

 

Na manhã do dia 4 de janeiro a Prefeitura de Paulo Afonso reiniciou as cirurgias ortopédicas no Hospital Nair Alves de Souza (HNAS) que estavam suspensas. As intervenções fazem parte dos 25% da gestão da unidade hospitalar pela administração municipal, contemplando quatro pacientes, que estavam na fila de espera há tempo.

Com a ação, a Prefeitura objetiva sanar a demanda reprimida do município, ofertando cirurgias de pequena e média complexidade na área de ortopedia. “Este é, sem dúvida, um dia de muita alegria para todos porque o município está dando resolução para o cidadão que sofreu algum tipo de trauma ortopédico e, graças a uma determinação do prefeito Luiz de Deus, encontramos uma saída para otimizar e equalizar o processo cirúrgico para os pacientes que estavam na fila de espera nesta área. Hoje iniciamos os trabalhos, os quatro primeiro de muitos outros que virão”, falou o secretário de Saúde, Ghiarone Garibaldi.

Quatro ortopedistas

A equipe médica é composta de quatro ortopedistas – Jaime Andrade Cavalcante Neto, Rafael Albuquerque, Manoel Agnelo dos Santos Junior e Diego Ferraz, que irão realizar os procedimentos. “O município está buscando mecanismos viáveis para melhorar e ampliar o atendimento em toda sua rede de saúde, com especialistas e auxiliares preparados, para realização de consultas, exames e cirurgias. Estaremos sempre trabalhando para ofertar saúde de qualidade”, falou o secretário.


Últimas

1 até 20 de 1876   Próximo »   Último »
Busca



Enquete

Você acha que Paulo Afonso corre risco de receber o coronavírus?



Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados