Política

Paulo Afonso - Bahia - 14/12/2019

Coluna do Bob

Luiz Brito

Uma voz no deserto 

O líder do governo, vereador Marcondes Francisco dos Santos, defende o governo com ardor, competência, mas praticamente é uma voz solitária na base do prefeito. Raramente, um ou outro colega vai à tribuna lhe ajudar a rebater a oposição. Virou uma voz solitária no deserto. 

Pirâmide invertida 

Neste contexto dos debates, acontece na CMPA uma situação de pirâmide invertida. A oposição, com cinco vereadores, consegue ser mais protagonista nas discussões no plenário do que a base do governo, com seus 10 vereadores que aceitam o bônus, mas recuam o ônus.

Disco arranhado 

O disco da defesa do líder do governo, vereador Marcondes Francisco, já furou. Depois de tres anos no poder não cabe mais o argumento – embora verdadeiro – que o último governo foi um festival de fracassos, o atual governo, precisa começar apresentar resultados, além da revitalização das praças. 

Quem não é bajulador 

O governo Anilton foi um mediano no atendimento na área da Saúde. O atual governo não conseguiu mudar esta realidade. Vamos parar com o cacoete que todos que apontam falhas querem o mal do governo. O que não ajuda um governo é a legião de bajuladores que o cerca.

FRASE DO DIA

“Quando mil pessoas afirmam uma coisa, ou é a voz de Deus ou uma grande besteira”. Ditado italiano.

 

 


Busca



Enquete

O que vai acontecer na eleição 2020 em Paulo Afonso?





Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados