Política

Paulo Afonso - Bahia - 08/09/2019

Paulo Afonso não teve Grito dos Excluídos no dia 07

Luiz Brito DRT/BA 3.913
(Foto: divulgação)

No dia em que lembramos da declaração de independência do Brasil, nos lembramos também do Grito dos Excluídos, protesto anual idealizado por pastorais e movimentos populares. Todavia este ano  seus idealizadores  não foram às ruas para  poder expressar os seus gritos e manifestações políticas, culturais e sociais.

O movimento apartidário, organizado pela Igreja Católica, é realizado no Brasil desde 1995 e reúne movimentos negro, de mulheres, sem terra, sem teto e outras minorias com uma vasta pauta de reivindicações, porém esse ano não houve nada disso. suscitando a idéia de que tá tudo bem. 

O objetivo sempre foi abrir caminhos aos excluídos da sociedade, denunciar os mecanismos sociais de exclusão e propor caminhos alternativos para uma sociedade mais inclusiva.

Sem nenhuma explicação dos seus organizadores, especialmente da igreja, o ato não aconteceu este ano  enfraquecendo o espírito de patriotismo para um debate sobre a construção de uma nação mais democrática e menos desigual.  

"O fato de os movimentos populares ocuparem nas ruas no dia 7, sempre foi uma forma de tirar os espectadores das bancadas, onde as pessoas assistem os desfiles militares e estudantis. . Uma forma deles saírem da posição de espectador para a posição de protagonista na rua. Apresentando agendas de interesse para a maioria da população que é afastada dos direitos”, afirma um advogado que pediu a proteção do anonimato.

 


Últimas

1 até 20 de 5774   Próximo »   Último »
Busca



Enquete

Como você avalia a qualidade do transporte público em Paulo Afonso?






Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados