Política

Paulo Afonso - Bahia - 14/07/2019

Coluna do Bob

Luiz Brito
(Foto: divulgação)

Previdência

A reforma da Previdência foi aprovada em 1º Turno na Câmara dos Deputados. O texto segue para o Senado a partir de agora. Uma votação dessa magnitude tem um peso social incalculável. Quem é oposição deveria permanecer votando com a oposição e situação com situação. Assim o desgaste não é sentido. Com base nisso, o deputado federal Mário Júnior (PP), surfou entre a população. A reforma da Previdência é uma pauta antipática, impopular. Ele, já oposição, não precisou fazer nada, só se manter oposição. Nenhuma contestação contra o voto dele.

Segundo semestre

Os parlamentares de oposição ao governo Luís de Deus (PSD) serão mais incisivos no segundo semestre. O governo não espere “oi, tudo bem?!”. Será mais duro o debate. É o que promete parlamentares com quem conversei. No primeiro semestre, o governo estava no saldo da arrumação da casa. Já no segundo, toma que o filho é teu.

Protagonista

O vereador Mário galinho (SD) sem sombra de dúvidas, foi  quem mais se destacou nesses primeiros seis meses.

Revelação

Se galinho foi protagonista, o vereador Marcondes Francisco  foi a revelação nesses primeiros seis meses. Saiu do anonimato. Fez-se grande na condução de debates importantes. Calou muita gente!

Silêncio

Aviso aos navegantes. Ir à tribuna é tão importante quanto apresentar uma lei ou mesmo participar de uma votação. O silêncio não combina com parlamento.

Liberdade!

A Coluna é livre para fazer as ponderações que entender razoável, sem ferir princípios e nunca levar o debate para o lado pessoal, afinal, jornalismo se trabalha com fatos e dados. A imprensa é fiscal do poder público.


Busca



Enquete

Qual a sua posição sobre projeto de abuso de autoridade? Sou contra




Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados