Opinião

Paulo Afonso - Bahia - 11/06/2019

Fake News

Luiz Brito DRT/BA 3.913 é Radialista
(Foto: divulgação)

Analisando friamente o discurso, no plenário da Câmara, na semana passada, do secretário extraordinário de gestão hospitalar, Ghiarone Garibaldi lembro que num passado recente quando era do outro lado, o próprio alardeou  que dinheiro tinha e o que faltava era gestão. Só que o buraco é mais embaixo. Quando se esperava que fosse colocado na função de gestor extraordinário  um especialista em gestão hospitalar trouxeram um odontólogo. E lá se foram cinco meses e até aqui  Dr. Ghiarone não disse o que pretende fazer para melhorar a Saúde. Quem está no cargo público tem a obrigação de prestar contas de suas ações e sobre o que pretende fazer no órgão que dirige. É louvável o notado esforço do secretario extraordinário de gestão hospitalar e sua boa intenção para sair deste sufoco, mas de bem intencionado, diz o popular ditado, o inferno está cheio.

Quando se fala nas tentativas para melhorar o atendimento na Saúde, há que se abrir uma lacuna para citar que, que houve alguns avanços sob o comando do Ivaldo Sales. Salvo honrosas e raríssimas exceções, o jornalismo pauloafonsino e os operadores de Facebook nunca afirmam nada, eles sempre “supõem” em nome de uma fonte.

E tão grave quanto: parte dos leitores afiança ou não a boataria de acordo com seus interesses de militantes políticos.

Aliás, o papel principal da informação é tirar a lápide dos “sepulcros caiados”, principalmente quando estes forem figuras públicas. Entretanto, a ferramenta a ser utilizada deve ser o fato, a prova, o indício fático e não o “disse-me-disse”, a fofoca, a intriga de grupinhos.

O que é podre tem que, de fato, ser exposto. Culpados devem ser responsabilizados e punidos. Desinfetante melhor não há que a transparência do sol e o esclarecimento das dúvidas. Todavia, quem se abraça com essa covarde estratégia não pode esquecer que Paulo Afonso  é pequeno e os muros são baixos.

A denúncia fundamentada corrige rumos e desbanca do pedestal do falso moralismo. As fake news destroem reputações.

Honestidade não é apenas uma questão monetária. Ser correto com a transmissão de informações talvez seja até um valor mais decente.


Busca



Enquete

Se as eleições fossem hoje em qual desses possíveis pré-candidatos você votaria para prefeito de Paulo Afonso?











Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados