Bastidores

Paulo Afonso - Bahia - 06/06/2019

Ghiarone, Matusalém (SIC)

Luiz Brito DRT/BA 3.913
PAIV

O côncavo

A participação do secretário extraordinário de saúde, odontólogo Ghiarone Garibaldi na sessão da segunda-feira, 3, na Câmara Municipal, movimentou os comentários nos sites locais. Aliás, Ghiarone se mostrou muito preparado para o exercício da função, todavia não deixou de dar umas alfinetadas no ex-secretário de saúde, Alexei Vinícius e no ex-gestor Anilton.

E o convexo

O fato tido como negativo da semana recaiu sobre as indicações para a gestão da Policlínica, cujos currículos não constam experiência em gestão hospitalar. Muitos não viram as nomeações com bons olhos. Alguns chamaram de “importação desnecessária”.  Lembrando existir em Paulo Afonso, diversos profissionais competentes para exercer o cargo.

Ghiarone, Matusalém

Já durante nas explicações preliminares, o 1 secretário Edílson do Hospital, ao anunciar a participação de Ghiarone na sessão reiterou que  o secretario estava ali para prestar contas dos 100 anos à frente da pasta.  Se recompôs e corrigiu: 5 meses.   Riso geral da plateia.

Não terá desculpas

De volta ao secretario extraordinário, Ghiarone Garibaldi, o prefeito Luiz de Deus deu toda a autonomia para o “home” fazer as mudanças que se fizerem necessárias. Está com carta branca. Se fracassar não será por falta de apoio.

Cobrança justa

A sugestão do vereador Jean Roubert (PTB) para que o governo crie um consórcio público entre os municípios para gerir o hospital Municipal Aroldo Ferreira da Silva, uma vez que a unidade hospitalar, segundo dados do próprio Ghiarone, 40% dos gastos mensais são com pacientes oriundos de outras localidades é mais que justa.


Últimas

1 até 20 de 1925   Próximo »   Último »
Busca



Enquete

Qual área merece maior atenção em Paulo Afonso ?










Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados