Política

Paulo Afonso - bahia - 06/01/2019

Coluna do Bob

Luiz Brito DRT/BA 3.913
Foto: Reprodução

Em boas mãos

Há tempos que não se sabe quem é o presidente da Associação dos prefeitos do Sertão Baiano (APSB). A instituição só funcionou de fato quando o então prefeito de Paulo Afonso, Paulo de Deus, foi eleito presidente, aliás, por unanimidade. Naquele tempo a APSB estava em boas mãos. Depois disso, a instituição ficou irreconhecível e os seus presidentes também, um deles é o prefeito de Santa Brígida, Gordo de Raimundo.  

Competência é essencial

Nesta acalorada discussão em torno de nomes que vão substituir  eventuais secretários e cargos comissionados na prefeitura de Paulo Afonso, vale um adendo: politicamente, é justo que os cargos sejam ocupados por aliados, desde que competentes. Para cargos que exigem conhecimento técnico não se pode colocar alguém sem requisito.

Vale quanto pesa

Não acredito que a gestão de Luiz de Deus  terminará com os mesmo aliados políticos que o ajudaram a se eleger. As disputas internas são naturais e haverá descontentamentos. Isso poderá provocar o surgimento de novos grupos políticos em Paulo Afonso para disputar o poder.

O que considero bom para a nossa democracia. No entanto, o que vai valer para o  gestor, politicamente falando, é o resultado do seu trabalho. Se a criança nascer bonita surgirão novos pretendentes a pai, mas se for feia muitos se afastarão. A matemática política contém os resultados de uma gestão. Simples assim.

 


Busca



Enquete

Qual área merece maior atenção em Paulo Afonso ?










Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados