Política

Paulo Afonso - Bahia - 30/11/2018

Coluna do Bob

Luiz Brito DRT/BA 3.913
Reprodução

Ser ou não ser, eis a questão

Para uns a sugestão do prefeito Luiz de Deus em pedir que os secretários redigissem uma carta de exoneração, foi desnecessária. Dizem que ele poderia ter chamado à alta cúpula e anunciado a intenção pessoalmente.

Mas o que o vinha tirando do sono de LD era o fato de na ultima eleição muitos dos secretários não terem votado em Aleluia e Geraldo Melo, preferindo, por exemplo, Bacelar e Anilton (foto).

Prefeitura

Sobre a minirreforma administrativa do prefeito Luiz de Deus (PSD) é lastimável para dizer o mínimo, o que se ouviu esta semana que passou, por parte de pessoas que comemoravam as demissões (sic) dos cargos de secretários, comissionados e assessores especiais do atual governo.

Obviamente que alguns detentores de cargos comissionados e secretários podem ter gerado problemas e até perseguido pessoas, mas daí a ridicularizar e debochar das demissões em redes sociais já é pouco demais. É completamente desnecessário.

E não custa lembrar que a política é cíclica. Quem debocha hoje, pode ser debochado amanhã. Quem é demitido hoje, pode demitir amanhã. Nunca é demais lembrar que  as demissões passam e a prefeitura permanece.

Romaria

Corre nos bastidores políticos da Casa que o vereador Jean Roubert (PTB) não anda lá com muita paciência para o ‘blábláblá’ gerado na Câmara depois de uma reportagem de uma emissora local sobre empresas ligada a sua família. Isso não quer dizer, no entanto, que Jean esteja ausente da Casa. Em seu gabinete ele praticamente não tem sequer um minuto de descanso, de tanto atender gente que o procura.

Centrado em dois nomes

O próximo biênio na Câmara de Vereadores terá dois vereadores que podem se tornar os maiores críticos na oposição: Mário Galinho (SD) e Jean Roubert (PTB), este ultimo independente do resultado da eleição que irá apontar o sucessor do atual presidente Marcondes Francisco dos Santos.

Lua de fel

Ao que tudo indica parece ter acabado a efêmera lua de mel entre Luiz de Deus e Anilton. A substituição da secretária de Desenvolvimento Social, Ana Clara Moreira, indica que foi o fim da picada.

Reação

O pedido do prefeito Luiz de Deus aos secretários causou repentina reação. Muitos não ficaram satisfeitos. Mas a vontade do prefeito deve prevalecer nesse caso.

Sem luz

A tradicional decoração natalina da cidade de Paulo Afonso parece que subiu no telhado literalmente este ano. Não há uma luzinha de pisca-pisca sequer ligada. Nem mesmo no centro da cidade.

Sem necessidade

A iluminação e decoração natalina das ruas não é só uma questão de estética. Elas ajudam muito nas vendas do comércio, principalmente na região central da cidade. Descuidar disso é descuidar do cidadão e da economia.

Cria os filhos

No serviço público, quem assume o comando de uma secretaria é como casar com a viúva, terá que criar os filhos. Não é porque alguns não obtiveram sucesso, que se amaciará o próximo. Espera-se que os novos secretários não sejam ser piores que alguns dos atuais.

Papel cumprido

Quem vai encerrando o biênio com o dever cumprido e bem cumprido é o vereador Zé Carlos do BTN, principalmente, em relação às demandas solicitadas para o Bairro, sua principal base eleitoral.

 

 


Últimas

1 até 20 de 5204   Próximo »   Último »
Busca



Enquete

Qual é, na sua opinião, a sua expectativa de vida?






Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados