Política

Paulo Afonso - Bahia - 13/10/2018

Presidente destaca economia para revitalizar o prédio e a imagem da Câmara de Paulo Afonso

Luiz Brito DRT/BA 3.913
Foto: Reprodução

O presidente da Câmara de Paulo Afonso, Marcondes Francisco dos Santos deve  apresentar até o final do ano  um balanço das atividades do Legislativo neste segundo  semestre deste ano. O parlamentar destacou a economia projetada com a reforma do prédio do Poder Legislativo que, entre outras coisas, transformou o plenário Dr. Manoel Josefino Teixeira e ampliou os gabinetes  e a transparência nas decisões da Mesa Diretora. Para o parlamentar recuperar a imagem da Câmara foi outro objetivo perseguido.

Com um orçamento anual acima 1 milhão de reais, a Câmara de Vereadores de Paulo Afonso  tem na sua presidência o cargo político mais atrativo do município depois de prefeito. Para se ter uma ideia esse valor representa muito mais que o orçamento da prefeitura de Glória, por exemplo, a pátria mãe do  município. No entanto, eleitoralmente falando, parece que tem uma “caveira de burro” enterrada na cadeira do chefe do Legislativo. 

Numa dessas eleições o então presidente José Ângelo Carvalho amargou uma derrota “acachapante” no pleito que participou e não se reelegeu vereador naquele ano.  Outros vereadores tidos como a ultima tampa de Crush como Ozildo Alves, Daniel Luiz, professor Dorival, Regivaldo Coriolano, também não conseguiram êxito nas suas tentativas de retornar a Casa. 

O atual presidente, Marcondes Francisco dos Santos, está concluíndo sua terceira passagem pelo comando da Câmara e marca sua trajetória como o responsável pelo novo palácio do Parlamento, cuja obra leva e seu nome para a eternidade.  Ou seja, exceto Marcondes Francisco e o saudoso Antônio Alexandre como diria o também saudoso vereador Orlando Carvalho, todos Santos, tiveram sabedoria suficiente para se manter no exercício da função, como é o caso do Marcondes, dono de oito mandatos consecutivo, sem se indispor com nenhum dos poderes.. Todavia, outros ocupantes de cargos na vereança não conseguiram traduzir em votos a teórica vantagem que tinham.  O próximo presidente, se quiser ter uma continuidade política feliz, deve jogar sal grosso na ampla sala de comando da Câmara de Vereadores  para não seguir o caminho dos seus antecessores.

Entre os três últimos presidentes, na minha opinião, o melhor foi o Marcondes Francisco. Por lá também passaram Petrônio Nogueira e Regivaldo Coriolano. Marcondes só não tirou dez porque não  conseguiu efetivar a realização de pelo ao menos uma sessão itinerante como planejou desde a segunda vez em que teve oportunidade ser presidente,  todavia implantou o projeto da Câmara aberta, dialogou com a população de maneira eficiente.

O próximo presidente da Câmara que ira suceder Marcondes Francisco, se quiser ter uma continuidade política feliz e duradoura deve jogar sal grosso na ampla sala de comando do plenário Dr. Manoel Josefino Teixeira para não seguir o mesmo caminho de alguns  desconhecidos vereadores que por ali passaram e quase ninguém se lembra que existiram. 

 


Últimas

1 até 20 de 5146   Próximo »   Último »
Busca



Enquete

Voce prefere o horário de Verão?



Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados