Política

Paulo Afonso - Bahia - 12/08/2018

Supremo Tribunal Federal discutirá se crianças podem ser educadas em casa

Redação VN redacao@varelanoticias.com.br
Foto: Reprodução
Atualmente, três propostas sobre educação domiciliar tramitam na Câmara
Atualmente, três propostas sobre educação domiciliar tramitam na Câmara

O Supremo Tribunal Federal (STF) julgará, no próximo dia 30, se crianças poderão ser educadas em casa através da chamada educação domiciliar.

O processo divide opiniões e órgãos públicos. A Advocacia Geral da União (AGU), representando o Ministério da Educação e o Conselho Nacional de Educação, se manifestou contra a constitucionalidade da prática. Conforme as instituições, o Estado, assim como a sociedade e a família, devem agir de forma conjunta e não isolada na educação das crianças e adolescentes, apontou o portal de notícias G1.

A Procuradoria Geral da República (PGR), por sua vez, afirmou que a Constituição não proíbe “estratégias alternativas de ensino”, mas que, para isso, são necessárias regras legais para assegurar a “socialização e formação plena”.

Atualmente, três propostas sobre educação domiciliar tramitam na Câmara. Ainda não há previsão de aprovação final pela Casa nem de votação no Senado.


Últimas

1 até 20 de 5156   Próximo »   Último »
Busca



Enquete

Qual é, na sua opinião, a sua expectativa de vida?






Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados