Política

Paulo Afonso - Bahia - 08/08/2018

Conselheiro do TCM/BA se declara suspeito para julgar adversário, e muda de idéia às vesperas da eleição

Por: Flávio Henrique Magalhães Lima
Foto: Reprodução

Conselheiro do TCM/BA Mário Negromonte(foto) que é Réu na operação lava-jato, e ocupa por medida liminar cadeira no tribunal, julgou ontem um processo de um histórico adversário político seu, de sua família e de seu grupo, imputando multa e pedindo providências ao MP/BA contra o ex-prefeito de Paulo Afonso, Anilton Bastos, que é pré candidato a Deputado Estadual pelo PODEMOS.

A história acima já beira no mínimo muita desconfiança quanto a legitimidade e legalidade deste julgamento, porém pasmem, o Conselheiro vinha repetidamente se declarando suspeito por razões de foro pessoal, para atuar nos processos onde Anilton Bastos figurava dentro do TCM/BA, e de forma estranha e repentina, ao que parece deixou as mágoas de lado, e esqueceu todo histórico de disputas eleitorais entre eles, julgando e condenando o seu adversário político as vésperas do início do período eleitoral.

Esta atitude gera um total constrangimento, não para o Conselheiro, que deixou claro e transparente uma atuação eminentemente política, parcial e extremamente suspeita, mas para toda Corte de Contas, que se vê diante de um membro que precisa urgentemente de ajuda médica psiquiátrica ou psicológica, ou quem sabe um conselho amigo, para fazer a pergunta que Hamlet tanto pediu e nunca lhe foi respondida: “Ser ou não ser, eis a questão ...” 

Com certeza de uma coisa o Conselheiro não tem dúvida diante dos fatos acima narrados, Anilton  é o candidato a ser batido, e o jogo definitivamente virou um vale tudo.


Últimas

1 até 20 de 5074   Próximo »   Último »
Busca



Enquete

Você já anotou os números dos seis candidatos em quem irá votar nesta eleição?




Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados