Opinião

Paulo Afonso - Bahia - 17/03/2018

Artigo do leitor: “Diabetes, o risco de uma doença silenciosa”

Rosangela Meira é médica da Unimed Vale do São Francisco (CRM 13.717/PE)/ Membro Titular da Socie
Foto: reprodução

Em artigo ao Blog Carlos Britto, a endocrinologista Rosangela Meira fala sobre o Diabetes e ressalta os riscos da doença. Como os sintomas do diabetes muitas vezes demoram a se manifestar ou a ser percebidos pelos pacientes (apesar de estarem lá), o diabetes é considerado uma doença “silenciosa”. “Pode ser que você ou alguém próximo tenha diabetes, pois estima-se que para cada 2 pessoas, 1 seja portadora e não saiba”, destaca a endocrinologista.

Acompanhe:

Atualmente, cerca de 425 milhões de pessoas no mundo sofrem de diabetes. No Brasil, estima-se que chega a mais de 13 milhões de pessoas vivendo com a doença, o que representa 6,9% da população. E esse número está crescendo. Em alguns casos, o diagnóstico demora, o que faz com que alguns indivíduos só descubram o diabetes, quando estão com alguma complicação. Pode ser que você ou alguém próximo tenha diabetes, pois estima-se que para cada 2 pessoas, 1 seja portadora e não saiba.

Mas o que é exatamente Diabetes? é uma doença crônica na qual o corpo não produz insulina ou não consegue usar adequadamente a insulina que produz. E o que é insulina? É um hormônio que controla a quantidade de glicose no sangue. O corpo precisa desse hormônio para utilizar a glicose, que obtemos por meio dos alimentos, como fonte de energia.

Quando a pessoa tem diabetes, o organismo não fabrica insulina e não consegue utilizar a glicose adequadamente. É como se a insulina fosse um caminhão de lixo e a glicose, o lixo, que nesse caso, vai ficando acumulado. O nível de glicose no sangue alto é a famosa hiperglicemia. Se esse quadro permanecer por longos períodos, poderá haver danos em órgãos, vasos sanguíneos e nervos.

Os 2 tipos mais comuns são o Diabetes tipo 1, que geralmente tem uma influência genética e o tipo 2, mais comumente encontrado, pois geralmente está relacionado aos maus hábitos de vida, com consequente excesso de peso/obesidade.

Um simples exame de sangue pode revelar se você tem diabetes! Após o diagnóstico o tratamento é feito com mudança (de verdade) no estilo de vida, o que consiste em hábitos alimentares saudáveis e prática de exercícios físicos. Além disso, normalmente é necessário o uso de medicamentos orais (comprimidos) ou insulina (injeção subcutânea).

A melhor forma de lidar com o Diabetes é a prevenção, ou seja, procurar evitar o consumo exagerado de doces, gorduras e carboidratos e praticar qualquer tipo de exercício físico, o que contribui para um peso saudável. Mas se você foi diagnosticado, não ache que é o fim. Com a adoção de medidas saudáveis e um tratamento médico é capaz de se (con)viver por muitos anos, fazendo do Diabetes, seu aliado e não inimigo.


Busca



Enquete

Qual é, na sua opinião, a sua expectativa de vida?






Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados