Política

Paulo Afonso - Bahia - 09/03/2018

Baronesas na prainha Ayrton Senna no Centenário indicam má qualidade da água

Luiz Brito DRT/BA 3.913
Foto Reprodução

A baixa do Rio São Francisco não é a única preocupação dos ribeirinhos e especialistas. Todos os dias, milhares de litros de esgoto são despejados no Velho Chico. E um dos sinais dessa poluição é a presença de plantas aquáticas como as baronesas.

“As pessoas ficam achando que as baronesas são maléficas para o rio, mas elas não são, elas ajudam na purificação da água. Só que é um tipo de planta que só se alimenta de água poluída”, explica o ambientalista, Vitório Rodrigues.

A falta de cuidado com o trecho do São Francisco que margeia o norte baiano deixam marcas no Velho Chico. O avanço de baronesas, plantas que se alimentam da matéria orgânica de esgotos, indica poluição.

O gerente regional da Bahia Pesca, Anttonio Almeida Júnior,  em entrevista esta semana na rádio Betel FM, 104,9, explicou que as baronesas indicam perda de qualidade na água. “As plantas ajudam a filtrar as impurezas, mas quando a baronesa morre, tudo que ela absorveu será devolvido para a água”, pontuou.


Últimas

1 até 20 de 5202   Próximo »   Último »
Busca



Enquete

Qual é, na sua opinião, a sua expectativa de vida?






Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados