Política

Paulo Afonso - Bahia - 09/03/2018

Em nota, Embasa diz que denúncias sobre tratamento de esgoto em Paulo Afonso são falsas

Assessoria de Comunicação da Embasa
Foto: Reprodução: EMBASA
Estação de Tratamento de Esgoto do BTN.
Estação de Tratamento de Esgoto do BTN.

Através de e-mail enviado pela Assessoria de Comunicação para a Redação do portal PA4.COM.BR, a Embasa (Empresa Baiana de Saneamento Básico), solicitou a publicação se sua resposta à matéria intitulada Em novo vídeo, Galinho mostra descarte de esgoto no rio e estação de tratamento da Embasa paralisada, “gostaríamos de solicitar a publicação da nota de resposta abaixo, especialmente por se tratar de uma acusação infundada e difamatória”.

Partindo do princípio democrático que assegura o  direito de resposta na imprensa em casos deste tipo, segue o texto na íntegra:

Vereador faz falsas denúncias sobre o tratamento de esgoto em Paulo Afonso

As afirmações do vereador Mário Galinho, feitas em um vídeo que mostra o leito de secagem de lodo da estação de tratamento de esgoto (ETE) do bairro BTN são falsas. A Embasa assegura que a estação continua tratando os esgotos coletados em 7.540 imóveis dos bairros BTN I, II e III, Marina França, Rodoviário e Benone Rezende. Nesta área, mais de 60% dos imóveis são atendidos com coleta, tratamento de esgoto e disposição final de efluente.

O esgoto bruto que corre para o canal mostrado pelo vereador não é o esgoto tratado na estação. São esgotos provenientes de imóveis que não estão ligados à rede pública de esgotamento sanitário, porque o serviço ainda não foi implantado.

 No vídeo, Mário Galinho omite a imagem do emissário final da estação de tratamento de onde sai o efluente tratado com qualidade acima da exigida pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente, induzindo o espectador à falsa ideia de que os esgotos que chegam à estação são descartados no rio São Francisco sem passar por tratamento. Uma visita à estação de tratamento do BTN pode comprovar que as acusações do vereador são infundadas.

 Quando, em 2007, a CHESF passou o sistema de esgotamento sanitário que ela construiu para a Embasa operar, Paulo Afonso só contava com 4,5% dos imóveis atendidos com coleta e tratamento de esgoto. Atualmente, a empresa coleta e trata o esgoto de 65% dos imóveis da cidade. A empresa já investiu no município R$ 100,7 milhões para ampliar o atendimento desse serviço. O mais recente empreendimento entregue é a infraestrutura de captação dos esgotos do Centro e de Perpétuo Socorro.

 

 


Últimas

1 até 20 de 5202   Próximo »   Último »
Busca



Enquete

Qual é, na sua opinião, a sua expectativa de vida?






Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados