Regional

Paulo Afonso - 27/05/2010

MP volta a discutir venda de bebidas alcoólicas a menores

Bob Charles DRT 3.913

O Ministério Publico de Paulo Afonso reuniu na manhã desta quarta-feira (25) no auditório da instituição na rua Carlos Berenhauser, donos de bares e casas noturnas, para falar da proibição da venda de bebidas alcoólicas a menores. Durante o encontro, Dr. André Lavigne ouviu  relato dos proprietários de bares que reclamaram em bloco do volume exagerado imprimido por carros de som no centro e na periferia da cidade. Outro ponto polêmico levantado foi o som de barzinhos com musicas ao vivo instalados nos finais de semana. De acordo com Dr. André a lei estabelece que até as 22 horas o volume do som aceitável é de até 60 decibéis, depois disso o volume deverá ser reduzido para 50 decibéis. Nesse caso, entra em cena a fiscalização do município que tem tido uma atuação tímida quando se trata de notificar e multar o infrator, disse um dono bar.  Outras ações semelhantes estão sendo implantadas pela Justiça, na manhã desta quinta-feira (27) a Promotora de Justiça Milane de Vasconcelos Caldeira Tavares se reuniu com autoridades locais no auditório Dr. Edson Teixeira Barbosa para discutir a implantação do Consellho Municipal sobre Drogas. A comissão tem como objetivo planejar e executar ações de combate às drogas na cidade. Mês passado, o juiz da vara da criança e do adolescente Dr. Marley Cunha Medeiros baixou portaria proibindo o acesso de criança e adolescente em festas pagas e similares, exceto em companhia dos pais ou responsáveis, em estádio, ginásio, e campo desportivo, bailes, promoções dançantes, festas pagas, boates ou congêneres, casas que explore comercialmente diversões eletrônicas, estúdios cinematográficos, de teatro, rádio e televisão. A Portaria entrou  em vigor no dia 03 de maio.


Últimas

1 até 20 de 1505   Próximo »   Último »
Busca



Enquete

Em sua opinião, qual é o vereador (a) mais atuante em Paulo Afonso?
















Votar Resultado
Adiquirindo resultado parcial. Por favor aguarde...


Todos os direitos reservados